16 maio 2019

AFINAL, QUEM SÃO OS GREVISTAS DE HOJE?

Por/Darlan Feitosa
A saga dos que lutam contra um corte que não existe... Que se ofendem por ser chamados de idiotas úteis, mas que ao menos sabem o que os idealizadores do movimento de fato buscam... Que, se consideram cultos, mas perdem a linha com perguntas difíceis como: Qual a diferença entre corte de gastos e contingenciamento de despesas?

Que estão prontos a acreditar em tudo que a esquerda inventa, desde suástica invertida riscada na barriga de garotas à ameaça de um governo fascista com tanques nas ruas; ao mesmo tempo que ficam de olhos fechados sobre as consequências do apoio do lulo-petismo a governos tiranos em países vizinhos. (Isso sim um fato).

Que hoje se revoltam com o contingenciamento de despesas não correntes nas universidades e institutos; mas ficavam em silêncio no período em que a pátria educadora petista cortava (isso sim corte) do orçamento da educação nada mais nada menos que R$ 14 bilhões (3 vezes mais que o valor somado dos contingenciamentos propostos pelo governo atual)...

Detalhe: naquela época tal corte tinha como único propósito enxugar as contas públicas diante do déficit ocasionado pelas roubalheiras da esquerda caviar e assim salvar a presidente de uma cassação; já os contingenciamentos do atual governo terá como resultado um melhor aproveitamento dos recursos nas áreas que de fato precisam (no próprio ensino superior, aumentando o quantitativo de vagas nos cursos mais demandados; ou no ensino de base, ampliando o repasse às prefeituras de recursos com destinação exclusiva às séries iniciais, bem como financiando projetos de combate ao analfabetismo funcional).

Enfim... Essa é a turma que se acha afetada pelas medidas do atual governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário