13 fevereiro 2019

Deputados votam contra transparência no Governo Flavio Dino em pedido do deputado Welington do Curso.

“Base mudou, mas falta de transparência é a mesma”, lamenta Wellington.

“Base mudou, mas falta de transparência é a mesma”, lamenta Wellington
Deputado Welington do Curso.
Deputado teve requerimento em que solicitava informações sobre o programa Escola Digna indeferido pela Mesa Diretora e pelo plenário da Alema.

O deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) criticou os parlamentares estaduais novatos que, seguindo a determinação do Palácio dos Leões, decidiram indeferir um pedido de informação feito por ele sobre o programa Escola Digna.

No pedido, o tucano requereu, dentre outras informações, a relação das 830 escolas anunciadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB) como reformadas, construídas ou reconstruídas, detalhando que tipo de ação foi feita em cada. 

“Se realmente reformaram e reconstruíram, por que não enviar a relação?”, questionou.

Com o pedido rejeitado pela Mesa Diretora, o deputado recorreu ao plenário, tendo novamente a solicitação desaprovada. Votaram a favor, além dele próprio, apenas o deputado Adriano Sarney (PV).

Todos os novatos presentes na sessão, inclusive Duarte Júnior (PCdoB), que embora do partido da base do governo havia prometido agir no Parlamento de modo diferente da velha política, votaram contra a aprovação do pedido de informação.

“Mesmo com a mudança no Parlamento, eles indeferem um simples pedido de informação. A base de Flávio Dino mudou, mas a falta de transparência ainda é a mesma”, lamentou Wellington.

O parlamentar disse que, diante da negativa por parte dos governistas, a solicitação será feita por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI).

Fonte/ATUAL7

Nenhum comentário:

Postar um comentário