11 fevereiro 2019

DEPUTADO ESTADUAL PASTOR CAVALCANTE SE REÚNE COM A DIRETORIA DO SINDICATO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DE AÇAILÂNDIA E A COMISSÃO DE GREVE


Por ASCOM JAC
Dep. Pr. Cavalcante com comissão grevista e SINTRASSEMA
Açailândia/MA – O deputado estadual Pastor Cavalcante (PROS), se reuniu com a Diretoria do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Açailândia – SINTRASEMA e a Comissão de Grave, para conhecer a pauta de reinvindicações dos servidores municipais que desde o dia 7 de fevereiro de 2019 deflagraram greve geral, depois de esgotado o prazo de 48 horas da notificação enviada ao prefeito Juscelino Oliveira (PCdoB), para atendimento das reinvindicações.

Estavam presentes na reunião o presidente do SINTRASSEMA, Antônio Francisco Melo da Silva; a secretária geral do SINTRASEMA, Maria Rita da Costa Pereira; a professora Lucélia Maria da Silva; a professora Joselene B. Gonçalves e o Professor Nestor Gonçalves Soares, além dos advogados Dr. Silvio Vieira e Dr. Davi Carpegiane, ambos da banca Advocacia Carpegiane; o pastor Elifaz Cruz, da Igreja Atos da Restauração e o jornalista do SBT, Renildo Jácome.

O deputado Pastor Cavalcante, atentamente, com seus assessores, ouviu cada item da pauta e se comprometeu unir-se à causa dos servidores, reconhecendo ser inadmissível a retirada de direitos básicos já conquistados pelos servidores, bem como ser gravíssimas as denúncias do não repasse, pelo prefeito Juscelino Oliveira, das contribuições previdenciárias ao IPSEMA, cuja consequência é a impossibilidade de aposentadoria dos servidores.

O deputado afirmou que “a Lei Federal nº 11.738/2008 garante aos profissionais do magistério público da educação básica 1/3 da jornada para atividades extraclasse. O prefeito com a equipe da secretaria de educação não podem criar mecanismos que inviabilize o gozo desse direito por parte dos professore açailandenses. Vamos levar essas reinvindicações para a Assembleia Legislativa e buscar uma alternativa para esse impasse que pode gerar grandes prejuízos aos docentes da rede pública de Açailândia”. 

O parlamentar por Açailândia finalizou dizendo: - “repudiamos veementemente a conduta do prefeito Juscelino Oliveira e da secretária de educação a professora Maísa Vieira, e lutaremos juntos com os servidores pela reformulação dos PCCS da educação, adimplemento do terço de férias, pela eleição dos gestores/diretores das escolas municipais, auxílio transporte e pela contrapartida justa no reajuste dos servidores da educação”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário