15 fevereiro 2019

Câmara Municipal e Prefeitura de Açailândia sofrem com péssima gestão e causam sofrimento a povo!

Não é de hoje que brigas internas e falta de transparência vem causando descredito na casa de leis de Açailândia, a Câmara que vem sendo terreiro de batalhas onde o prefeito tem sido o maior algoz, tem mais um capitulo duplo que aumenta ainda mais a incerteza sobre os trabalho legislativos para colocar a cidade em ordem.

Os lados estão desiguais por conta de apenas uma cabeça, enquanto o executivo conta com 9 aliados, a oposição tem 8 parlamentares, entre esses 8, alguns se destacam por estar cobrando do prefeito que faça a cidade respirar e sair do caos que entrou, enquanto isso, a outra ala diz que a cidade está indo bem e bate palmas para as ações do prefeito Juscelino Oliveira que já mostrou seu verdadeiro interesse em ter maioria na casa para levar a cabo alguns projetos polêmicos.

Entre ontem 14, e hoje 15 de fevereiro, a justiça tomou duas decisões sobre a Câmara, a primeira trata de uma determinação para que o presidente interino, Cesar Costa, convoque num período de 48 horas, novas eleições para a presidência da casa, onde o vereador Ancelmo desponta como o candidato do governo com grandes possibilidade de ser reconduzido ao cargo que já ocupou antes.

A outra decisão foi dado pelo desembargador Raimundo Melo, onde nega o pedido de mandado de segurança pedido pelo ex-presidente Ceará que tenta voltar ao cargo, com a negativa ele continua fora da presidência mas, segue tentando de acordo com suas possibilidades jurídicas.
Vereador Ceará X Prefeito Juscelino
Atualizando o placar da disputa, prefeito X vereador Ceará, o placar está em 3 x 0 para o prefeito com essa nova decisão do desembargador Melo.

Deixando esses dois fatos de lado, observamos a população como plateia desse patético jogo politico de interesses onde o maior prejudicado é o município de Açailândia que já não sabe mais a quem recorrer para sair desse caos administrativo.

Se de uma lado o executivo não abre mão da briga e insiste em gastar tempo com isso ao invés de dar trégua e trabalhar para retomar o desenvolvimento da cidade, do outro temos uma Câmara sem força e sem expressão, em sua maioria calada e omissa diante disso tudo.

Os poucos vereadores que ainda tem coragem de levantar sua voz para defender os interesses do povo, acaba sendo suprimida pelo descredito que essa briga desnecessária trouxe, além de tudo isso, encontramos uma cidade em crise de saúde, educação, infraestrutura, e de capacidade administrativa do seu gestor.

A pergunta é, a mesma justiça que emite duas decisões relacionadas a Câmara Municipal, não teria também interesse em agilizar os processos contra o prefeito?

Que a resposta para isso seja dada na mesma rapidez que as decisões saem...

#FalaFreire

Nenhum comentário:

Postar um comentário